[:pb]Consumidores livres e especiais que estão no Ambiente de Contratação Livre (ACL) têm liberdade para negociar a compra de energia por meio de contratos, estabelecendo montantes, preços e prazos de suprimento. Podem participar dessa contratação comercializadores, geradores, autoprodutores, produtores independentes, importadores e exportadores de energia.

Ao final de cada período de contabilização, a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) finaliza os dados de medição do consumidor realizando o encontro do consumo com os contratos de compra nos registros da CCEE. Desta forma temos a contabilização finalizada e o início do período, conhecido como de mercado de curto prazo ou mercado spot, que iremos detalhar adiante.

Estratégias de contratos de curto prazo

Dado que haverá um desbalanceamento entre a compra e o consumo de energia, sempre haverá oferta de compra ou sobra de energia, o que dá espaço para a negociação de curto prazo.

Para a precificação deste produto, utiliza-se como base o Preço de Liquidação de Diferenças (PLD) médio do mês para cada submercado. Diante de momentos em que há baixa oferta de energia, os valores apresentados para compra e venda tende a ser mais alto do que o PLD. Se houver muita oferta, ocorre o inverso, e os preços tendem a ser menores que do que o PLD.

Comercializadores de energia

Os comercializadores de energia são os agentes que possuem mais liquidez neste mercado, apresentando propostas de maneira dinâmica e de forma a completar o que falta ou até mesmo evitando sobras por parte dos consumidores.

Se sua empresa está com sobra de energia e não sabe que pode vender essa energia, ela pode estar perdendo uma ótima oportunidade de negócio. Isso acontece porque o mercado é bastante dinâmico e existem situações em que o spread (diferença entre o valor pago e o PLD) é positivo, gerando lucro na operação de venda.

Além disso, indo ao mercado spot, o consumidor sai do risco de inadimplência, além de receber o recurso financeiro de forma praticamente imediata, auxiliando no fluxo de caixa interno sem ter que aguardar longos prazos para um recebimento, no caso de uma liquidação da CCEE (que seria de 45 dias).

No papel de uma das principais comercializadoras do país, a Ecom Energia tem como premissa entregar inteligência de mercado aos nossos parceiros, de modo que estes diminuam seus riscos, e busquem a melhor estratégia, de maneira ágil e no melhor momento.

Entre em contato com os nossos especialistas ou solicite para que sua gestora nos consulte. Temos agilidade e ofertas competitivas para a compra ou venda de energia!

 

[:]