O que é o Mercado Livre de Energia?

O Mercado Livre de Energia, também conhecido como Ambiente de Contratação Livre (ACL), surgiu em 1995, com o objetivo de estimular a competitividade das empresas a partir da livre negociação de energia elétrica. Nesse ambiente é possível escolher livremente os fornecedores de energia elétrica e negociar volume, preço, prazo e indexação nos contratos de compra de energia.

BENEFÍCIOS DESSE MERCADO

Liberdade
Escolha seu fornecedor de energia.
Redução de custos
Negocie valores e condições contratuais.
Previsão orçamentária
Saiba quanto você vai pagar pela energia da sua empresa no futuro.
Competitividade
Gerencie seus custos e potencialize os resultados do seu negócio.

Como funciona o Mercado Livre de Energia?

MERCADO CATIVO

A energia elétrica é fornecida exclusivamente pela distribuidora da sua região, ou seja, o consumidor não tem liberdade para negociar preço, prazo e condições contratuais. Nesse ambiente, o consumidor fica sujeito à imprevisibilidade das tarifas de energia, determinadas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

MERCADO LIVRE

No Ambiente de Contratação Livre, o consumidor escolhe o fornecedor da sua energia e negocia livremente as condições contratuais. Nesse ambiente, o consumidor tem autonomia para gerenciar a energia elétrica, como já faz com outros insumos produtivos da sua empresa, aumentando a rentabilidade e a competitividade do seu negócio.

QUEM PODE PARTICIPAR DO
MERCADO LIVRE DE ENERGIA?

CONSUMIDOR LIVRE

Empresas que possuem, no mínimo, 2.500 kW de demanda contratada, em qualquer nível de tensão.

Esses consumidores podem contratar energia proveniente de qualquer fonte de geração.

Consumidor Livre

Qualquer fonte e energia

> 2.500 kW Qualquer Tensão *69kV até Julho/1995

CONSUMIDOR ESPECIAL *

Empresas que possuem demanda contratada igual ou maior que 500kW e menor que 2.500 kW.

Podem contratar energia proveniente exclusivamente de fontes incentivadas, como: usinas eólicas, solares, a biomassa, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) ou hidráulica de empreendimentos com potência inferior ou igual a 50.000 kW, as chamadas fontes especiais de energia.

Consumidor Especial

> 500 kW Qualquer Tensão

Pequenas Centrais hidrelétricas (PCH, usinas de Biomassa, usinas Eólicas e usinas solares

*Consumidores com o mesmo CNPJ ou localizados em área contígua (sem separação por vias públicas) podem somar suas cargas para atingir o nível mínimo de demanda de 500kW. Exemplo: redes comerciais, condomínios industriais.

Mantenha-se atualizado

com informações e notícias do setor energético.