Neste ano de 2020 o ambiente tem sido de receio e ansiedade, no entanto em meio ao pessimismo, cresce a consciência ambiental de que é preciso acelerar as ações para a melhoria climática e de proteção ao meio ambiente. No setor de petróleo e gás, os alertas emitidos pela natureza nos dão a certeza de que o uso desses energéticos será curto.

No mundo, nações lideradas por países como a Alemanha e Japão, vêm incentivando avanços tecnológicos direcionados para o abandono do uso da energia fóssil e nuclear, em benefício de um futuro sustentável.

Países historicamente desenvolvidos conscientizam suas populações, de forma determinada, para atitudes que minimizem as alterações climáticas. Além disso, analisam o papel da bioenergia no consumo, orientam para mudanças de hábitos, estabelecem estratégias para o transporte, incentivam a conservação de energia e, o mais importante, praticam uma contínua e atualizada educação ambiental.

No setor de transporte, esses países desenvolvem legislações para frear o uso de combustíveis fosseis. Assim como, desestimulam incentivos econômicos perversos, que encorajam o uso de veículos automotores.

A consciência ambiental no setor elétrico

No setor de energia elétrica, criam-se normas e procedimentos para favorecer o menor consumo. Como o gerenciamento da demanda e o aprimoramento da eficiência, que estimulam o desenvolvimento de tecnologias de energia renovável e outras tecnologias emergentes. Além da captura e armazenamento de carbono (Carbon Capture and Storage-CCS) e a conscientização à sociedade da importância de corrigir os impactos com os quais já se comprometeram em decorrência de emissões anteriores.

As empresas de petróleo e gás mundiais já perceberam que os negócios que evidenciam ações em direção da sustentabilidade são mais interessantes para os investidores. Sabem, portanto, que o prazo é curto para ficarem “verdes” e continuarem competitivas. Shell, Repsol e Total já entenderam essa premissa e são as principais empresas petrolíferas integradas, com ações que tratam da sustentabilidade climática.

A busca por soluções sustentáveis é uma demanda crescente da sociedade. Por conseqüência, este tornou-se um tema estratégico e relevante para empresas dos mais variados segmentos. Ser sustentável, então, está se tornando, cada vez mais, sinônimo de competitividade. Sua empresa está preparada para o mundo verde?