Como migrar para o Mercado Livre de Energia?

Julia Reina
  • 16/01/2024
  • 3 min de leitura

Como Migrar para o Mercado Livre de Energia: Guia Completo para Empresas

Descubra como sua empresa pode se beneficiar do Mercado Livre de Energia, uma alternativa flexível e econômica na contratação de energia elétrica desde 1995. Diante das recentes aberturas e regulamentações, veja como aproveitar esse benefício com nosso guia simplificado, porém detalhado.

Passo a Passo para Economizar com o Mercado Livre de Energia

1. Avaliação da Viabilidade:

   – Verifique se sua empresa pertence ao grupo tarifário A (consumidores em média e alta tensão).

   – Solicite um estudo econômico para garantir um contrato vantajoso.

2. Contratação de uma Comercializadora:

   – Conte com uma comercializadora especializada, como a Ecom, para orientação e suporte.

3. Processo de Denúncia com a Distribuidora:

   – Sua comercializadora realizará o processo de denúncia à distribuidora, notificando o encerramento do contrato com seis meses de antecedência.

4. Celebração de um Novo Contrato:

   – Assine o Contrato de Uso de Sistema de Distribuição (CUSD) com a nova comercializadora para formalizar a transição.

5. Adaptação do Sistema de Medição:

   – Solicite a instalação de um medidor especial conforme padrão estabelecido pelo ONS.

6. Documentação na CCEE:

   – A Ecom encarrega-se de enviar os documentos necessários à CCEE para oficializar sua empresa no Mercado Livre.

O que Muda em 2024? Novidades do Mercado Livre de Energia

2024 promete transformações no setor elétrico brasileiro, proporcionando novas oportunidades e desafios para empresas de diversos portes.

1. Expansão do Acesso ao Mercado Livre:

   – Consumidores do Grupo A, com carga individual inferior a 500kW, podem aderir, ampliando significativamente o universo de participantes.

2. Oportunidades para Empresas:

   – Indústrias, hospitais, supermercados e shoppings encontram uma oportunidade única para negociar energia diretamente, promovendo economia e flexibilidade.

3. Compromisso com a Sustentabilidade:

   – Maior liberdade de escolha por fontes renováveis de energia, como eólica, solar, hidrelétrica ou biomassa.

4. Migração Mais Democrática:

   – A migração para o Mercado Livre, antes restrita a grandes consumidores, torna-se mais democrática, exigindo atenção aos prazos e passos recomendados.

5. Mercado Mais Competitivo:

   – Espera-se uma competição entre fornecedores, resultando em oferta de energia de melhor qualidade e preços mais competitivos.

Em meio a essas transformações, estar bem informado é crucial. A Ecom, com experiência comprovada, oferece soluções personalizadas, auxiliando sua empresa a navegar com segurança e eficiência por esse novo universo de oportunidades. Conheça mais sobre as soluções inovadoras da Ecom e faça parte desta revolução energética!

Conteúdo relacionado