Transformação digital no RH e Comercializadoras 4.0: um paralelo sobre os desafios futuros

Carolina Pilon
  • 22/01/2021
  • 4 min de leitura

Fala-se em transformação digital há um bom tempo, mas no ano de 2020, principalmente com o surgimento da pandemia e o distanciamento social, essa questão se intensificou. Por isso, a necessidade do uso da tecnologia como ferramenta de comunicação, eficiência no trabalho e melhoria da experiência do cliente foi reforçada.  

O tema também foi visto na área de Recursos Humanos. Muitas empresas estão passando pela transformação digital no RH trazendo novas soluções que permitem entrega de resultados mais rápidas e causam impacto na experiência do colaborador.  

Como a tecnologia auxilia na busca de profissionais qualificados?  

Agora vamos comparar o tema ao mercado de energia, setor em que a Ecom Energia atua. Nesse mercado é essencial a busca por profissionais qualificados. A complexidade de regras, normas e legislação do setor exige isso. O uso de tecnologia em processos de Recrutamento & Seleção tem se tornado cada vez mais frequente e necessário. A inteligência artificial, por exemplo, pode apoiar nesses processos traçando perfis que sejam favoráveis com a cultura da empresa.   

Além do Recrutamento & Seleção, ferramentas tecnológicas de inovação também proporcionam às equipes internas mais agilidade em processos como Avaliação de Desempenho e na hora de definir as metas. Isso promove maior agilidade e novas ações, características tão inerentes ao setor de energia.   

Conforme a transformação digital no RH acontece, os profissionais da área também passam a ter mais disponibilidade no atendimento às equipes internas com foco nas pessoas. Dessa forma atuam mais como um parceiro de negócios dentro das organizações e menos como uma área de operação de pessoal. 

Qual a importância da transformação digital na Comercialização 4.0?

O mesmo acontece com as Comercializadoras, que entram na chamada Comercialização 4.0. Elas deixam de ser vistas como meras compradoras e vendedoras de energia, e passam a percebidas como fornecedoras de soluções.  

Para ser um provedor de soluções é necessário preparo e profissionalização dos times de gestão de energia. Características como negociação, habilidades de comunicação, visão estratégica e inovação, por exemplo, serão cada vez mais exigidas para um atendimento que seja diferente. Isso, a partir da diminuição da carga operacional que a automatização dos processos traz. Então, será permitido que profissional tenha tempo hábil para melhorar soft skills.

A área de RH compatível com o mundo digital, por exemplo, é capaz de atender à essas demandas com foco no redesenho da organização em torno das equipes. É isso que promove aprendizado e oportunidades de desenvolvimento. 

Fato é que a digitalização traz clareza, acessibilidade e agilidade para os times. Ela permite que os processos estejam mais visíveis e a percepção do colaborador fique menos subjetiva. Um RH digital traz processos mais transparentes e passa a disponibilizar mais tempo útil aos seus colaboradores.  

A chegada da Comercialização 4.0 vai melhorar os serviços e os pacotes de produtos oferecidos aos clientes. Vai ser necessário conhecimento técnico e boas habilidades de comportamento para atender de forma personalizada.

De fato, não dá para pensar na melhor experiência do cliente sem pensar na experiência do colaborador. Uma empresa que tenha processos claros, transparentes e coesos, leva a colaboradores mais engajados e, consequentemente, a clientes mais satisfeitos.  

Na Ecom Energia esse é o nosso foco. A busca frequente pelas melhores soluções e experiências para os nossos clientes e colaboradores. A diferença está na nossa energia!

Conteúdo relacionado