Vantagens do contrato de energia no Mercado Livre: Sazonalização

Bianca Midori
  • 05/11/2021
  • 3 min de leitura

O que difere o Mercado Livre de Energia do Mercado Cativo é justamente a possibilidade de negociar a compra de energia com outros fornecedores. Essa negociação, portanto, é feita por meio de contrato bilateral de energia. Ou seja, as cláusulas são negociadas livremente entre as partes. Nesse sentido, pode-se negociar, inclusive, a sazonalização anual do montante de energia contratado.

Conceitualmente, a sazonalização é o processo de alocação anual de eletricidade em uma base mensal. Essa operação permite que os consumidores livres aloquem mais ou menos energia em determinados meses do ano.

Trata-se de um mecanismo vantajoso para o comprador, já que ele poderá alocar energia de acordo com o seu consumo, no período em que será fornecida a energia. Então, previsibilidade é a palavra-chave aqui. Isso porque esse planejamento acontece com base no seu histórico ou previsão de consumo para o próximo ano de fornecimento.

Sazonalização do contrato de energia na contramão da volatilidade do Mercado de Curto Prazo

Quando bem aplicada, a sazonalização visa eximir o comprador de operar no Mercado de Curto Prazo. Ou seja, evita déficit ou sobra de energia durante o período de contratação.

Ainda considerando o que se acorda em contrato, a distribuição deve respeitar o montante negociado mensalmente. Além disso, devem-se considerar a aplicação de porcentagens, quando houver. Nesse caso, elas devem ser, geralmente, 10% abaixo ou acima do contratado. Abaixo ilustramos a sazonalização no contrato de energia considerando esta porcentagem:

Gráfico representando a sazonalização no contrato de energia

Podemos verificar que há meses com menor previsão de consumo desta unidade. Dessa forma, alocamos menos energia para esses determinados meses, mas sempre respeitando os limites contratuais; onde temos um mínimo e máximo tanto de consumo quanto de energia a ser alocada. Da mesma forma, alocamos mais energia para os meses de maior consumo previsto para a unidade.

Assim, além da alocação de acordo com o consumo, é possível negociarmos uma sazonalização FLAT. Ou seja, que considere o mesmo montante de energia contratada para todos os meses. Nesse sentido, a distribuição é realizada de acordo com as horas do mês. Segue um exemplo de sazonalização FLAT:

Gráfico representando um exemplo de sazonalização flat no contrato de energia

No caso acima, possivelmente a unidade consumidora mantém o consumo quase que linear e dentro do montante contratado. Assim, não seria interessante fazer uma distribuição mais pontual como no caso anterior.

Liberdade para planejar o consumo anual de energia

O mecanismo de sazonalizar o contrato de energia é uma das diversas vantagens que existem dentro do Mercado Livre de Energia, tendo em vista que o comprador pode alocar a energia livremente de acordo com a sua demanda de consumo. Evitar a exposição ao risco também é uma delas.

Entre os meses de setembro e novembro, trabalhamos lado a lado com nossos clientes para que eles possam se beneficiar do planejamento de energia. Desse modo, evita-se que os consumidores recebam custos desnecessários, desperdício ou prejuízos. Ter liberdade para modular a compra de energia de acordo com o perfil de consumo é uma das grandes vantagens de se estar no Ambiente de Contratação Livre (ACL), garantindo economia e competitividade.

Conteúdo relacionado