Oportunidades para o Varejo no Mercado Livre de Energia

Ecom
  • 15/04/2021
  • 3 min de leitura

A fim de explorar o cenário do varejo no Brasil e as oportunidades dentro do Mercado Livre de Energia, a terceira edição do Ecom Talks contou com as participações de grandes nomes do varejo. Roberto Longo Pinho Moreno, vice-presidente da APAS (Associação Paulista de Supermercados) e Thiago Valença, Gerente de Suprimentos da Wickbold. Além disso, Márcio Sant’Anna, sócio-diretor e Eduardo Bohn, Gerente de Gestão de Consumo da Ecom Energia fizeram a mediação. Com isso, os 4 especialistas fizeram uma análise mais profunda das tendências e oportunidades do mercado.

Os impactos econômicos da pandemia

O impacto da pandemia da Covid-19 é bem diferente nos diversos formatos do setor de Varejo. No entanto, de modo geral, esse ramo está sendo significativamente afetado nos últimos tempos.

Todavia, quando falamos do comércio varejista, entre inaugurações e fechamentos, o segmento perdeu 75,2 mil pontos de venda. Segundo revelou recente estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Apesar do comércio digital estar cada vez mais acelerado, o varejo brasileiro depende muito do consumo presencial. Já que esse consumo responde por cerca de 90% das vendas do segmento.

Mercado de Energia Livre é estratégia para recuperar competitividade do Varejo

O mercado livre de energia vem ganhando protagonismo nos últimos anos no Brasil. Além de permitir que consumidores tenham uma gestão mais eficiente dos custos de eletricidade, também assume parte importante da expansão da matriz elétrica renovável. Uma vez que ela é responsável por 70% da geração de energia no Brasil.

As empresas varejistas têm que estar muito atentas às suas linhas de custo. Uma delas é a energia elétrica, que pode fazer diferença na gestão dos seus negócios em meio a um cenário muito sensível como o do momento. A energia é um insumo que sempre se enquadra entre os três maiores custos de operação das empresas.

O mercado livre há muito tempo deixou de ser uma opção para o dono de negócio que busca melhoria de sua competitividade. Agora, ele virou uma obrigatoriedade de gestão. As possibilidades de redução podem superar 30%.

A ideia principal é conseguir, mesmo que aos poucos, retomar os bons números do varejo. essa retomada pode acontecer através da economia de energia elétrica, além de outras possibilidades que o Mercado Livre de Energia oferece. Confira o bate-papo completo!

Além disso, você também pode se inscrever para receber convite de novos talks. Preencha o formulário aqui ao lado e enviaremos, em primeira mão, o aviso para o seu e-mail. Então, inscreva-se agora e fique por dentro do mercado livre de energia!

Conteúdo relacionado

GRAACC