O Selo Energia Verde, um certificado de energia renovável, se faz importante no mundo em que vivemos. Diante do panorama atual, o tema sustentabilidade torna-se, cada vez mais, pauta de políticas públicas no mundo inteiro, de acordo com o Acordo de Paris, com metas para a redução da utilização de combustíveis fósseis, os principais responsáveis pela emissão de gases do efeito estufa. Portanto, para manterem-se competitivas no mercado global, as indústrias passam a ter que cumprir essas exigências para se adequarem a esse novo momento de economia sustentável. Empresas que não estão de acordo com essa mudança, perdem cada vez mais espaço e representatividade no mercado, fadadas a deixarem de existir.

No artigo publicado em 22 de maio de 2020 “Sustentabilidade além do “ecologicamente correto”, no qual debatemos sobre a sustentabilidade empresarial. Tema que vai além do cumprimento de quesitos ambientais e ecológicos, sobretudo nesse momento de pandemia. Já que é notório que as organizações que melhor estão encarando esse momento de dificuldade são as que possuem os melhores posicionamentos estratégicos e as melhores práticas de liderança, buscando autopreservação e visando a perenidade do negócio. Em especial, nesse artigo, iremos tratar especificamente sobre os Certificados de Energia Renovável e como o Selo Energia Verde pode atender essa demanda e inserir ainda mais sua companhia nessa tendência global, gerando valor e credibilidade.

A importância do Certificado de Energia Renovável

Para os consumidores de energia já é possível transacionar certificados de energia renovável que documentam, contabilizam e rastreiam a redução da emissão de carbono, com a finalidade de incentivar a geração de energia sustentável e consequentemente contribuindo com a redução da emissão de poluentes.

Esses programas de certificação, como dito anteriormente, além da sinalização do cumprimento das políticas sustentáveis por parte do consumidor, fortalecem as marcas das empresas que os adquirem e as destacam ante a concorrência. De fato, esse mercado de certificados de sustentabilidade vem crescendo ano após ano no Brasil e trata-se de uma tendência global irreversível, de certa forma, obrigatória para consumidores que visam a perenidade de seus negócios e adequação a esse novo modelo econômico.

Alinhada a esse movimento, a UNICA (União das Industrias da Cana de Açúcar) em parceria com a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) e a ABRACEEL (Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia Elétrica) criaram o Certificado de Energia Verde e o Selo Energia Verde em 2015 que era concedido exclusivamente do produtor de energia para o consumidor.

Entretanto, a partir de 2019 abriu-se a possibilidade das comercializadoras de energia também obterem o Selo dos produtores de energia que possuem a certificação. Atualmente, o programa conta com 8 comercializadoras detentoras do Selo Verde e 79 unidades produtoras de Biomassa com a Certificação Verde. A iniciativa, de acordo com a UNICA, é a primeira no mundo inteiro focada exclusivamente na energia proveniente da Biomassa da cana de açúcar. O objetivo é estimular a ampliação das fontes de Biomassa, bem como oferecer ao Ambiente de Contratação Livre (ACL) cada vez mais opções de consumo sustentável.

Quais são os requisitos para obter o Selo Energia Verde?

  • Ser agente da CCEE devidamente adimplente em relação às suas obrigações financeiras;
  • Ter adquirido energia de Unidade Produtora ou Comercializadora certificada pelo programa em contrato de aquisição de energia elétrica registrado na CCEE, correspondente a 0,3 MWMédio/ano com contrato de no mínimo 6 (seis) meses de duração;
  • O contrato registrado deve ser correspondente a no mínimo 20% da média de consumo de energia dos 12 meses anteriores à solicitação à UNICA.

Atendendo a esses critérios, o consumidor receberá da UNICA a certificação de bioeletricidade Selo Verde, tendo o poder de utilização da logomarca do programa, segundo suas diretrizes, e exibir a seus clientes e parceiros de negócios como um grande diferencial no uso responsável e sustentável da energia.

Analogamente ao nosso lema “ir além do economizar”, nosso time de especialistas, que está sempre em busca de novas soluções, inseriu a Ecom no programa, por isso estamos aptos a repassar aos nossos consumidores o Selo Energia Verde. Trata-se de mais um movimento dos nossos executivos visando o foco no cliente, sempre acompanhando as constantes novidades do mercado. Com o propósito de transmitir conhecimento para nossos parceiros, também realizamos uma edição exclusiva do Ecom Talks tratando especificamente desse assunto.

Acompanhe essa nova evolução, procure os Executivos da Ecom para mais informações e coloque sua companhia na vanguarda da certificação de energia sustentável. A diferença está na nossa energia!